Bonita Diário

Transição Capilar – Low Poo No Poo

Os meses seguintes começaram com 5 dedos a menos de cabelo alisado, uma raíz bagunçada e frizz. A progressiva ia vencendo e as ondas iam ficando mais descontroladas. Os produtos que eu usava logo não fariam sentido pro meu tipo de cabelo, então me livrei dos antigos e cacei os cremes próprios para meu objetivo. Lembrando que eu comecei minha transição 2 meses depois da minha última progressiva, então no segundo mês eu já tinha aproximadamente 5 cm de cabelo natural.

No meio das pesquisas, descobri o Low Poo e No Poo, técnicas desenvolvidas por Lorraine Massey, cabeleireira e dona da linha de produtos Deva Curl. A tradução ao pé da letra é Pouco Shampoo e Nenhum Shampoo. Lendo assim até parece sujo, né? Mas não é!

transicao_segundo_mes

Todas as fotos dessa transição eram despretenciosas de publicação. Desculpem o transtorno, resolvi ser transiteira antes de ser blogueira. HAHAHA

Se você quiser apenas indicação de produtos e não entender realmente do que se trata, eu indico um doc do google super completo feito pelas meninas do grupo No/Low Poo do facebook, com os produtos liberados para cada técnica.

Neste post vou tentar explicar um pouco do que aprendi do livro O Manual da Garota Cacheada – O método Curly Girl por Lorraine Massey e Michele Bender. Tudo que precisamos nos livrar para praticar as técnicas e recuperar a saúde dos fios cacheados.

Adeus, Sulfato!

Grande parte dos shampoos fabricados hoje em dia, possuem o componente Lauril Sulfato de Sódio na fórmula. Essa substância é encontrada também em produtos de limpeza e tem como objetivo limpar profundamente. Lorraine defende que quando usada no cabelo, limpa-se mais do que deveria e altera a propriedade dos fios.

Eu fui ensinada que o cabelo só está limpo de verdade quando faz éinc-éinc ao passar a mão nos fios depois de enxaguar o shampoo. O responsável por essa limpeza é o sulfato, e Lorraine acredita que acaba limpando mais do que precisamos, ressecando o cabelo e tirando a oleosidade natural. Os fios cacheados ou crespos levam um tempo maior para levar os óleos do couro cabeludo até as pontas, por isso, é aconselhável tirarmos o sulfato e esperarmos mais tempo para lavar as madeixas. Uma outra opção é abusar da técnica No Poo, que eu explico lá embaixo.

Bye bye, Petrolato!

Nossos cremes também têm derivados petróleo na composição e eles mascaram a saúde dos fios. O petrolato é responsável pelos cabelos brilhantes. Esse brilho nada mais é que uma capinha em cima do fio, que SE acumulada, prejudica a absorção de substâncias – como vitaminas – necessárias para as madeixas. E nós estamos sempre lavando o cabelo. É camada em cima de camada! Não dá, né?

Au revoir, Parabenos!

O parabeno é um composto químico utilizado como conservante que pode causar alergia ao couro cabeludo e envelhecimento precoce dos fios. Mas estes são proibidos apenas na técnica No Poo.

E os silicones?!

Existem os silicones solúveis e os insolúveis. Na técnica No Poo os insolúveis são proibidos porque não saem na água e nem com condicionador. Já no Low Poo são removidos com shampoos que contém a substância Cocamidopropyl Betaine.

Como começar o Low Poo

Para receber os produtos Low Poo, lave o cabelo uma última vez com seu shampoo com sulfato e nas próximas lavagens é só atentar-se a lista de substâncias proibidas. Lembrando que elas são proibidas em qualquer produto usado no cabelo: condicionadores, máscaras, tonalizantes, óleos e tinturas também!

Como começar o No Poo

No Poo consiste em lavar o cabelo só com condicionador. Lembrando que não pode ser qualquer produto. Estes também têm que ser livres de sulfato, petrolato e parabenos. Hoje em dia é mais fácil encontrar produtos próprios para a técnica, que são conhecidos também como Co-Wash – conditioner wash. A minha experiência com co-wash no início da transição não foi tão boa. Sentia meu cabelo limpo mas com menos volume. E eu amo volume, então hoje, sou adepta do Low Poo.

Se você quiser se aprofundar ainda mais no assunto, termino com outro doc maravilhoso do grupo No/Low Poo do facebook que específica exatamente as substâncias que não devem estar presentes nos seus produtos.

E se chegou no final desse post sem entender nada, fique tranquilo! Hoje em dia No Poo e Low Poo estão em alta – abençoa! – e geralmente vem na embalagem avisando que o produto é livre sulfato, petrolato e parabenos.

Se tiver alguma dúvida ou dica de produto low poo e no poo que vocês gostam, deixe aqui nos comentários! 

COMPARTILHE:

POSTS RELACIONADOS

Seja o primeiro a comentar